QUEM FOI IBANEIS ROCHA?

Por Juan Ricthelly



Ibaneis Rocha, advogado, 90 milhões de patrimônio, dono de cabeças de gado, jatinhos, propriedades, relógios Rolex, canetas Mont Blanc, carros de luxo e até mesmo pessoas.


Hoje governador do DF, e se nossa tradição política se confirmar, de não reeleger governantes comprometidos com a mentira e o estelionato eleitoral, seu prazo de validade termina no dia 31/12/2022, que assim seja!


Um governador inevitavelmente entra para a história do lugar que governou, só resta saber como será, por sorte temos pessoas que não deixarão essa história deplorável ser esquecida pelas gerações futuras.


Não sei como vocês vão lembrar do atual governador, mas eu sei exatamente do que vou lembrar, e escrevo esse humilde texto como meio de me ajudar nessa missão, que se torna cada vez mais difícil com o passar dos anos.


E a partir daqui vou usar o verbo “ser” no passado quando me referir ao ex-governador Ibaneis Rocha.


Ibaneis Rocha foi...


...aquele governador que durante a campanha prometeu não privatizar nenhuma empresa pública do DF, mas depois vendeu a CEB na BlackFriday de 2021, a preço de banana!


...o cara que aumentou a passagem para R$ 5,50 aumentando o custo de vida dos trabalhadores em benefício dos empresários milionários como ele, sem nenhuma melhoria estrutural no transporte público.


...um governador totalmente alinhado com o Governo Jair Bolsonaro e todas as suas barbaridades.


...um governador que trouxe de forma autoritária e antidemocrática a intervenção militar para as escolas públicas do DF, medida que foi revertida nos governos seguintes.


...aquele que, teve toda a alta cúpula da sua Secretaria de Saúde presa, na maior crise de saúde pública mundial do século XXI.


...aquele lá, que vendia Administrações Regionais para deputados em troca de apoio na CLDF. Felizmente hoje a população participa do processo de escolha, impedindo que isso ocorra.


Quem?


Aquele! Que bateu boca com o deputado num episódio de destempero emocional por não ter o hábito de discutir de forma respeitosa e democrática.


O que abriu agência do BRB na cidade onde ele nasceu no Piauí!


Ah! Aquele que usou recursos do BRB para patrocinar um clube de futebol do Rio de Janeiro, que coincidentemente era o time dele.


O que enviou EPI’s e materiais necessários aos profissionais de saúde do DF para a cidade onde ele nasceu no Piauí, em plena pandemia de COVID.


Aquele lá! Que não soube responder sobre fuga de detentos na Papuda e levou um esculacho do jornalista Fábio William.


O mentiroso, demagogo, estelionatário eleitoral, privatista, autoritário, antidemocrático, responsável pelas milhares de pessoas que morreram de COVID, que hoje ocupa a lata de lixo da história do Distrito Federal.

162 visualizações0 comentário